Os exercícios mais indicados para quem tem fibromialgia

Você sabe o que é fibromialgia?

Por - 11/07/2012 17h54 Imprimir

Você sabe o que é fibromialgia? Trata-se de uma síndrome que provoca dores no corpo todo: cabeça, pescoço, costas, mãos e pés, por exemplo. Outros sinais são sono não repousante, cansaço, dificuldade de memorização e concentração, alteração de humor e até depressão. Esse distúrbio atinge muito mais a ala feminina: de cada dez pessoas com esse problema, nove são mulheres.

 

Como tratar essa doença? O tratamento inclui remédios (que ajudam a reduzir a sensibilidade à dor), psicoterapia, acupuntura e exercícios físicos. Veja aqui algumas orientações de Danilo Cezar de Souza, coordenador da Movement Academia em São Paulo e personal trainer especialista em Exercício Físico Como Terapêutica na Clínica Médica pela Unifesp.

Pessoas sedentárias devem iniciar a prática de exercícios físicos leves que não causem dores. É recomendável, por exemplo, começar com uma caminhada de 20 minutos, duas ou três vezes por semana, em dias alternados, na primeira quinzena do treino. “Caminhar libera a endorfina, hormônio que produz a sensação de relaxamento e bem estar”, explica o educador físico.

 

Exercícios realizados em água aquecida – como a hidroterapia e a hidroginástica – também trazem benefícios físicos, além do relaxamento muscular. E não se esqueça de incluir o alongamento na rotina diária. Ele ajuda na mobilidade e flexibilidade do corpo. Também contribui para a prevenção de dores.

Pode fazer musculação? Sim, desde que supervisionado por um educador físico. O treino deve ser individualizado e respeitar os limites físicos de cada um. “Esses exercícios aumentam força e massa muscular, melhoram o desempenho motor e, combinados com os aeróbios, geram uma mudança na composição corporal: aumentam massa magra e diminuem o percentual de gordura, contribuindo para o emagrecimento”, afirma o especialista.

 

Mas atenção: no inicio de qualquer uma dessas atividades, podem surgir dores, já que o corpo não está acostumado a praticar exercícios. Ela será o limite para o desenvolvimento do treino. É importante observar! Aos poucos, o organismo se adaptará à nova rotina e, com isso, será possível aumentar a frequência e a carga dos exercícios. Os resultados positivos poderão ser vistos a partir da oitava ou décima semana.

Vale lembrar que quem sofre de fibromialgia deve sempre fazer o tratamento com acompanhamento multidisciplinar de especialistas como médico reumatologista, nutricionista, psicólogo e educador físico. O resultado positivo será muito mais eficiente.



mdemulher » Comentar
publicidade
publicidade




webdesigner